segunda-feira, 29 de junho de 2009

As mentiras que ELES contam e ELAS acreditam!


Ou ainda "Por acaso também tenho cara de panaca???"




O guri bonitinho realmente viajou 80 km com uma chuva torrencial e quase morreu apenas para assistir a minha estréia, contudo, os próximos 20 km eram os mais difíceis, então ele teve que voltar os 80 km andados e lamentar muito a ausência, lamentou até demais pro meu gosto, pediu desculpas exageradamente, e cada vez que um pedido de desculpas era feito eu pensava: “aposto que esta pessoa não levantou a bunda da cama”.
O outro matou o trabalho e foi lá me desejar boa sorte, prometendo que iria assistir-me no ultimo dia da estréia, mas uma dor de sei la o que o prejudicou, o coitado mal conseguia sair da cama de tanto que a doença o havia acometido. Quase morri de tanta pena. Judiação!
Um outro me ligou desesperado, morrendo de vontade de me ver, uma vontade súbita de sair pra conversar comigo e aproveitarmos a bela noite que estava fazendo, ele se sentiu um pouco incomodado quando lhe perguntei por que ele não ligava pra namorada dele que agora estava morando a uns 500 km dali. Talvez ele achasse que eu havia me esquecido deste detalhe.
Tem também o mais desejado por todo mundo, o menino bonito que se não tivesse namorada todas gostariam de ter no pé. Mas que ultimamente ele anda esquecendo que tem namorada e anda super querendo me conquistar. Qual será a desculpa que ele também da pra ela hein? Será que a desculpa é algo como “vou ali buscar um copo de coca para você e volto daqui duas horas”??? Ou será algo como “minha vó ficou doente e tive que ir cuidar dela”, ou ainda “eu estava muito ocupado para falar com você naquele momento, mas fiquei o dia inteiro pensando em você”, ou a pior “a gente não tinha combinado nada, tínhamos?”
Eu realmente não sei se são os homens que me decepcionam mais com estas desculpas idiotas ou são as mulheres que fazem questão de cair em todas estas mentiras e ostentarem seus belos pares de chifres. Estão lá tão satisfeitas de terem aquele ser ao lado delas para que possam dizer “eu não sou sozinha”, que não conseguem perceber que realmente não são sozinhas, principalmente no quesito “predileção dos namorados”, ja que se dividem entre tantas outras.
Depois de um final de semana de encontros, desencontros, desprazeres e prazeres, tudo que posso dizer é: esta cada vez mais difícil de acreditar no amor.

Não te acanhes de ter chifres na testa que isso, antes de nasceres, era festa.
Teu avô os usou, teu pai os carregou
Eia! Os chifres alegres e invencíveis de desprezar não são, nem são risíveis.”

Um comentário:

  1. não sei se choro ou dou risada! mas já sabes o que penso disso hahaha

    ResponderExcluir